marca do Jornal A TARDE

 

Celular carregado em 5 minutos!


ASAP-Dash-Battery-Charger-Pack-8-1024x683

O uso dos smartphones vem crescendo a cada dia. Por outro lado, os usuários assíduos sempre questionam a baixa durabilidade de suas baterias e a demora que uma carga leva para preencher toda a capacidade da mesma.

Pensando nisso, a empresa australiana ASAP Technologies, começou a desenvolver um produto que promete ser o carregador mais rápido do mundo. Trata-se do ASAP DASH.

ASAP, que é uma sigla para “as soon as possible“, traduzindo, “assim que possível”, está vindo ao mercado por meio crownfunding (financiamento coletivo). Para quem não conhece este conceito, trata-se de uma forma conseguir captação financeira de pessoas que se interessem pelo seu projeto, mesmo ele estando em fase embrionária.

O ASAP DASH promete carregar uma bateria celular de 1440 mAh (miliampere-hora), que equivale à uma bateria de Iphone 5, em apenas 5 minutos. Baterias de 2800 mAh, equivalentes à SAMSUNG S5, levariam o dobro do tempo, 10 minutos.

Screen Shot 02-12-16 at 09.43 AM

5 minutos de carga gera a capacidade acima

A ideia é excelente, porém, tudo isso ainda é promessa. O produto chega no mercado apenas em Junho de 2016, apesar de já estar sendo testado há algum tempo por seus desenvolvedores.

Em seu crownfunding a empresa solicitou uma ajuda financeira de US$ 30.000,00, e já chegou a quase US$ 86.000,00. São várias cotas para participar. A contrapartida para o investimento são aparelhos ASAP DASH, acessórios, kits, etc. Quem tiver interesse de apoiar o projeto e obter o produto em primeira mão, clique aqui.

A ideia é muito interessante e vem despertando o interesse de todo o mundo. Como toda ideia embrionária, esperamos que o produto final chegue àquilo que se propõe, pois, seria uma grande revolução nesta área.

Segue vídeo de apresentação:

 

Victor Mansur

Outras postagens de

2 Respostas

  • Katia em 12 de fevereiro de 2016, 13:57:14

    Espero que chegue até nós brasileiros com um custo acessível

    Responder para Katia
    • manuel em 14 de fevereiro de 2016, 20:18:54

      e dificil chegar ao Brasil imagine por um preço razoavel

      Responder para manuel

Menu