marca do Jornal A TARDE

 

Movimento Internet Sem Limites


12987009_241502672868376_5208650735401447331_n

Durante as últimas semanas o assunto sobre o fim da internet ilimitada no Brasil tem dado o que falar.  Por um lado, os usuários de internet tentam arrumar argumentos para derrubar este novo modelo, por outro, as operadoras tentam se justificar sobre o tema.

Uma coisa é certa. Eu acredito que seja o fim da internet ilimitada no Brasil. Pelo menos foi o que disse o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o João Rezende.

A ANATEL suspendeu por 90 dias este novo modelo, informando que, para que as operadoras possam aderir, devem se adequar. A adequação sugere que as operadoras devam fornecer ferramentas aos usuários que permitam ter um controle de sua utilização. Como um taxímetro. Logo, a suspensão é apenas temporária, uma hora o novo modelo de cobrança entrará em vigor. É inevitável.

Por outro lado, os usuários de internet ainda não se cansaram de tentar reverter esta situação. Publicamos aqui uma petição on-line, que já passa de 1 milhão de assinaturas. Abriram também uma frente no portal E-Cidadania no Senado, onde precisavam de apenas 20 mil assinaturas para que esta pauta pudesse ser discutida na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa, onde os membros discutirão a proposta em caráter oficial. Já foi alcançada.

Quem está por trás de algumas destas ações é o Movimento Internet Sem Limites. Organização sem fins lucrativos que visa brigar pelos direitos dos usuários de internet. Entrei em contato com os criadores desta página no facebook, que em menos de 3 dias já possuía 100 mil seguidores, para entender melhor as idéias por trás do movimento:

12936653_241933476158629_8522283107087036148_n

Victor Mansur – Como surgiu a iniciativa e quem está por trás deste movimento?

Movimento Internet Sem Limites – Gostaríamos de esclarecer que o Movimento Internet Sem Limites (MISL) visa ser um canal de comunicação entre a sociedade e colaboradores independentes, reunidos de forma espontânea e engajada, que repudia o novo modelo de cobrança proposto em conluio pelas principais empresas de telefonia do Brasil. Os colaboradores preferem manter suas identidades resguardadas como forma de não atrair atenção para qualquer outro elemento que não seja a causa.

Victor Mansur – Como vocês pensam em tornar esta causa efetiva?

Movimento Internet Sem Limites – Nós do Movimento Internet Sem Limites pretendemos sim tomar ações contra essas medidas, pois sabemos que apenas divulgação e revolta não irão parar os gigantes desse meio. No momento, focamos divulgar o movimento para todos os internautas, para que tenhamos força suficiente para agir. Estamos juntando informações e estabelecendo contato com internautas que, assim como nós, estão revoltados com a situação. Para as pessoas que comentam no Facebook e no Twitter, gostaríamos de dizer que nós estamos lendo as mensagens, por favor, opinem, o Movimento Internet sem Limites é nosso. Para as pessoas que entraram em contato diretamente conosco oferecendo ajuda, muito obrigado, juntos iremos vencer. Tenham certeza de que o movimento não será em vão e que não iremos parar enquanto não atingirmos nosso objetivo – o cancelamento de práticas inadmissíveis contra os consumidores de internet banda larga.

 

A página do MISL consta no momento com mais de 440 mil seguidores. Quem quiser conhecer melhor, clica aqui.

 

Victor Mansur

Outras postagens de

1 resposta

  • katia mansur de queiroz em 27 de abril de 2016, 20:12:12

    Excelente , muito esclarecedor !

    Responder para katia

Menu